quarta-feira, 1 de abril de 2009

Aprovada Lei contra a Mata-Atlântica em SC !

É incrível, mesmo depois das tragédias de Novembro do ano passado, os catarinenses não aprenderam: querem continuar desmatando a mata-atlântica e agora os deputados estaduais praticamente oficializaram isso: ontem (31/03/09) foi aprovado o Projeto de Lei nº 238/08, que, dentre diversos absurdos, diminui a área de proteção permanente nas beiras de rios de 30 para 10 metros, libera plantações em topos de morro, dentre diversas outras permissões para crimes ambientais ou para legalizar os crimes já cometidos.

Foi escarrado na cara de todo mundo que a infinidade de deslizamentos e enchentes do ano passado se deveu única e exclusivamente à ocupação ilegal e predatória destas áreas que ERAM protegidas, seja no meio urbano ou rural. O Estado de SC foi o que mais desmatou a Mata-Atlântica (bioma em maior perigo no Brasil) entre 2000 e 2007. Como podem aprovar uma lei destas, ainda com o apoio da maioria dos agricultores do estado, provavelmente cooptados por políticos populistas?

Escrevam o que eu digo: agricultor que desmatar, vai colher mais lama daqui para frente. Esta lei é um verdadeiro "tiro no pé". Depois não adianta pedirem ajuda ao Brasil inteiro se os catarinenses não fazem a "lição de casa". É duro dizer isto, mas é a mais pura verdade!

Ficamos de luto mais uma vez pela Mata-Atlântica.. Protestemos contra a Assembléia Catarinense!!

Quem quiser ler a matéria completa sobre a aprovação deste absurdo leiam em:

http://www.clicrbs.com.br/diariocatarinense/jsp/default.jsp?uf=2&local=18&section=Geral&newsID=a2460062.xml

4 comentários:

carlos roberto disse...

A iniciativa da Assembléia Legislativa de Santa Catarina não é novidade. Assim age a classe política de todo o país. É ela é movida a dinheiro, por isso está sempre ao lado de quem mais tem prá oferecer, caso dos grandes produtores agrícolas.

O pior de tudo é a omissão da sociedade, que não está nem aí para o assunto! Tomara que não aconteça, mas se uma nova cheia vier, a Natureza mais uma vez será responsabilizada. O que ninguém questiona é a atuação predadora do homem. Por isso me bato por campanhas educativas dirigidas principalmente às crianças! É preciso mudar o comportamento do ser humano. SÓ NÃO SEI SE TEREMOS TAMPO SUFICIENTE PARA ISSO!!!

GABRIEL BERTRAN disse...

Sugiro a leitura deste artigo da procuradora Analúcia Hartmann, que muito bem comentou a situação insustentável e inconstitucional da aprovação desta lei absurda em SC. Aí vai o link:

http://www.apremavi.org.br/noticias/apremavi/506/a-responsabilidade-com-a-vida

Caro amigo Carlos, obrigado, mais uma vez, por sua contribuição e continuemos nesta luta pela preservação! Realmente as crianças precisam ser conscientizadas de que pode até não haver futuro para elas,se os adultos continuarem a degradar tudo desta maneira!!!

GABRIEL BERTRAN disse...

Interessante artigo no site da APREMAVI, comenta o esforço (infelizmente em vão) dos ambientalistas durante a seção de votação desta lei absurda e analisa o porquê da importância da preservação para Santa Catarina, bem como a irracionalidade dos ruralistas em tratar a questão.
Leiam em:

http://www.apremavi.org.br/noticias/apremavi/507/apesar-de-codigo-ambiental-leis-federais-continuam-valendo-em-sc

Fusca disse...

Gabriel, postei o comentário abaixo no blog www.alertatotal.blogspot.com sobre essa controvérsia. Concordo com sua análise, e não somos governistas porque o ex-terrorista ministro do meio ambiente resolveu enfrentar a nova 'lei' de SC. Ele está com a razão neste caso, até porque seu cargo exige tal postura (uma lei estadual não pode invalidar a legislação federal).
Retransmito meu comentário:
concordo quase tudo, com ressalva quanto à parte ambiental (leiam nosso colega também da resistência ao lulopetismo, do www.treesforever.blogspot.com). Acusamos este desgoverno finge defender o meio ambiente enquanto devasta a Amazônia como nunca antes neste país (inclusive com fazendas da Primeira Família e associados. O primeiro quadriênio do lullismo foi o período de maior devastação da História. E a devastação se dá através de quadrilhas - não fazendeiros legítimo, mas grileiros, invasores e inclusive os chamados "assentados", conforme se constatou recentemente.
SC já sofreu bastante com a própria devastação, que deveria ser controlada de forma inteligente. É um belo Estado, que há apenas 10 anos era um exemplo para os demais e vem sendo devastado de forma assustadora, inclusive nas regiões urbanas.
Quanto ao nosso País, acredito que precisamos de novas opções, pois até o Serra, que seria a opção à corja, já aderiu demais ao estilo dos petralhas. Entregou a Nossa Caixa aos petralhas sem mais, tem cometido erros e vem copiando trejeitos do lulopetismo. Só não estatiza e desvia como os petralhas... e tem competência administrativa. Mas o Brasil ainda precisa ter uma oposição de verdade para ser chamado de democracia. Não temos um partido liberal ou conservador atuante, no momento. Mais um pouco, seremos um anexo da Venezuela, da Bolívia, do Equador e do Paraguai, se essa quadrilha lulo-bolivariana do Foro de S.Paulo continuar no poder.